Em um momento histórico quando após um longo tempo a reforma trabalhista finalmente foi elaborada e aprovada, nos vemos agora com novos desafios entre o relacionamento entre as empresas, os seus funcionários e os sindicatos que os representam.

Este é um novo tempo, onde surge um novo e grande desafio para o RH pois, mais do que nunca, com algumas aberturas que a reforma propicia, para que tenhamos uma implementação de fato, o RH precisará rever cláusulas de acordos e convenções, contratos de trabalho, cargos, descrições, salários e pacote de benefícios com um olhar diferenciado, criativo e mais arrojado nas negociações com os sindicatos, de forma a explorar melhor as oportunidades que a nova reforma trabalhista traz, sem perder de vista a lei, que deve ser cumprida.

Os papéis terão de ser revistos e readequados. O gestor de RH precisa ter uma visão ampla e ainda mais estratégica do que nunca. Quem cuida de benefícios tem que ser mais criativo e ter um olhar mais aberto para as necessidades individuais de cada funcionário e quem negocia com os sindicatos precisará de muito mais que métricas, índices e percentuais – o tempo é de “pensar fora da caixa “ e além do que que já foi feito e pensado até aqui.

Também não podemos deixar de ressaltar que, principalmente em tempos de crise, agregar valor monetário à organização destaca os profissionais engajados e a sua empresa. Mas não podemos perder de vista algumas das missões do RH em tempos de tamanha diversidade, onde empresas são chamadas a aprender a trabalhar com três, quatro gerações diferentes, é necessário implantar a reforma trabalhista e continuar motivando e desenvolvendo os funcionários e se adequando as mudanças do atual cenário do país.

Sobre a Autora

Viviane Alves

Reúne 14 anos em Gestão de Recursos Humanos, além de 12 anos na área administrativa em empresas multinacionais e nacionais de pequeno, médio e grande porte. Liderou estratégias em Recrutamento & Seleção, Desenvolvimento Organizacional, Remuneração, Administração de Pessoal, Relações Sindicais, Saúde Ocupacional, Responsabilidade Social, Crew Change Coordination, Expatriados, Comunicação Corporativa e Transformação Organizacional.

Além disso, desenvolveu carreira na área Administrativa, respondendo por Facilities, Orçamentos, Compras, Atendimento aos Clientes, Organização de Congressos e Eventos, atendimento a Auditoria, assessoria aos Diretores e Benchmarking. Conhecimento da ISO 9001 e 14001, OHSAS 18001, ERP Totvs (RM Vitae e Labore), bem como processos de Joint Ventures, Reestruturações, Fusões e implantação de Sistemas de Recursos Humanos.
Experiência internacional em Singapura e Filipinas.