04/09/2015

Fórum de Campos será no próximo dia 11

por Por Redação

No próximo dia 11 de setembro, a partir das 14h, a Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RJ) realiza o fórum regional Norte Fluminense em Campos dos Goytacazes, no auditório da Firjan (Rua Bruno de Azevedo, nº 37, Parque Tamandaré). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.abrhrj.org.br. As vagas são limitadas.

As boas-vindas ao evento serão dadas pela diretora de Conteúdo Temático da ABRH-RJ, Mônica Esteves. Palestrarão Rita Drumond, gerente de RH da TECHNIP, sobre “O que vi(vi) por aí...: considerações sobre uma carreira”, e Magda Haruza, diretora de Assuntos Jurídicos da ABRH-RJ, que abordará “Legislação de trabalho: principais impactos nas organizações”, tema, que de acordo com ela, muitas organizações ainda têm dificuldade de lidar, pois falta informação, além da legislação vigente apresentar muitos obstáculos para adequação.

- Muitas empresas não têm um acompanhamento efetivo sobre a lei e sobre os projetos de lei pertinentes a matérias trabalhistas. A falta de informação e também a legislação vigente, que apresenta muitos obstáculos para adequação ao processo produtivo, e o fato das empresas ainda não se prepararem para a negociação coletiva de forma a integrar suas necessidades em cláusulas que sejam integradas aos contratos de trabalho, causam uma dificuldade de lidar com o tema – avalia.

A diretora de Assuntos Jurídicos ainda alerta que os tópicos remuneração, terceirização de serviços, penalidades e correção de práticas como as que geram processos indenizatórios, como no assedio moral, são as que geram mais dúvidas e dificuldades às organizações.  Para ela, o fórum é uma oportunidade de falar no impacto que a legislação trabalhista tem nas organizações e de debater a reivindicação de flexibilização da Lei.

- Sem segurança jurídica, as empresas ficam vulneráveis a processos e isto representa custo financeiro e social. Há uma preocupação crescente com bem estar e qualidade, e as empresas podem e devem lutar para a flexibilização da legislação, que é anacrônica, sem que haja precarização – aponta

Andral Tavares e Karolina Almeida, diretores do Núcleo Fluminense da ABRH-RJ, farão o encerramento do evento. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (21) 2277-7752 ou do e-mail relacionamento3@abrhrj.org.br.