09/07/2015

Café literário em torno do livro dos vencedores do PSH

por Myrna Brandão*

O Prêmio Ser Humano – Homenagem a Luiz Carlos Campos – celebrou em 2014 sua 34ª edição.

Em mais um evento comemorativo desse importante tributo – que já se tornou referência na área de Recursos Humanos – será realizado no dia 12 de agosto um encontro do Café Literário, em torno do livro As Melhores Práticas em Gestão com Pessoas, escrito pelos vencedores dessa edição e publicado pela ABRH-RJ e Qualitymark.  

Fatos do já distante 1981, quando o PSH surgiu, mostram uma década conturbada com muitos conflitos nacionais e internacionais, mas também com boas notícias em nichos do conhecimento e das artes como, por exemplo, o surgimento do IBM PC, que popularizou o conceito de computador pessoal,  a primeira câmera digital lançada pela Sony e o Urso em Berlim para a brasileira Marcela Cartaxo, no filme A Hora da Estrela, de Susana Amaral.

Na área de Recursos Humanos, estudiosos reportam que  a década mostra um RH preocupado com os parceiros internos, a necessidade de olhar e atender interesses diversos e a partilha da convicção que as pessoas são o principal patrimônio das organizações.

Ao longo dos anos, outras características e competências lhe foram sendo outorgadas e exigidas, mas a essência da preocupação com as pessoas permaneceu nas décadas que se seguiram.

E essa também  tem sido a tônica  da ABRH Brasil e ABRH-RJ, como expresso a seguir, através do pensamento e  coerência da  gestão atual  no texto de  apresentação do citado livro. 

“É sempre um grande prazer constatar o trabalho da ABRH do Rio de Janeiro em promover e reconhecer as empresas, profissionais e acadêmicos que fazem a diferença e se superam em práticas que valorizam as pessoas e suas conquistas no mundo corporativo” afirma Leyla Nascimento, Presidente da ABRH Brasil.

Ao destacar a iniciativa de transferir para um livro as experiências bem sucedidas em gestão de pessoas, Paulo Magalhães Sardinha, Presidente da Diretoria Executiva da ABRH-RJ, lembra a pluralidade do prêmio que abrange diversos tipos de organizações e de profissionais em vários estágios de suas carreiras.

Para João Ricardo de Siqueira Cavalcanti – Presidente do Conselho Deliberativo –  a Área de Recursos Humanos é hoje reconhecida como importante agente de mudanças e melhorias no desempenho das empresas.

Cláudia Tinoco, por sua vez – Vice-Presidente da Diretoria Executiva – reafirma sua crença nas empresas que colocam as pessoas em primeiro lugar, ao tempo em que agradece a parceria da  Qualitymark e demais colaboradores que possibilitaram a publicação da obra. 

Para falar da Edição 2014, passo a palavra para José Carlos Freitas, Diretor de Gestão do Prêmio Ser Humano e que desde 1999 vem exercendo essa coordenação com excelência e brilhantismo.

“Nesta edição, além dos vencedores de cada categoria, incluímos também os finalistas do processo.  Temas diversos como retenção de talentos, programas de qualidade de vida, preparação da liderança, inclusão de pessoas com deficiência em programas de desenvolvimento profissional, melhoria do clima organizacional, gestão do conhecimento, entre outros, fazem parte dessa nova publicação da ABRH-RJ.  Importante notar que tanto os cases empresariais como os trabalhos acadêmicos apresentados, trazem informações tanto de resultados quantitativos e qualitativos alcançados, como também mostram tendências na gestão com pessoas.  Essas práticas e pesquisas compartilhadas ajudarão, certamente, o desenvolvimento do profissional de RH que tiver o privilégio de sua leitura”.

A todos os vencedores nossos parabéns e o reconhecimento que seu trabalho é fundamental para trazer um valor produtivo para as organizações, um valor social e de significado para os indivíduos e um valor de fortalecimento para a sociedade como um todo.

*Diretora de Cultura da ABRH-RJ